8 de mar de 2012

A RÁDIO VIDA NOVA FM COMEMORA HOJE MAIS UM ANO DE VIDA

Franca - SP





PARABÉNS FAMÍLIA VIDA NOVA!!! AO COMEMORAR MAIS UM ANO DE VIDA QUEREMOS COMPARTILHAR COM TODOS OS NOSSO ENTES QUERIDOS: VOLUNTÁRIOS, FUNCIONÁRIOS, APOIADORES E DIRETORIA. MUITAS BENÇÃOS EM NOSSAS VIDAS PELAS ONDAS DO RÁDIO, PELAS ONDAS DA VIDA NOVA!!!!!!!!! OBRIGADO A TODOS POR ESTAREM CONOSCO A CADA DIA!!!!!!! ESSA FESTA É NOSSA!!!!! PAZ E BEM!!!!!!

Ouça agora ao vivo: http://www.vidanovafranca.com.br/

VOCAÇÃO AGOSTINIANO-RECOLETA

CHAMADO VOCACIONAL

Vocaciones 2

Que é um agostiniano recoleto?
É um homem que, para amar a Deus e ao próximo, professou os votos de castidade, pobreza e obediência, vive em comunidade de irmãos segundo o carisma de santo Agostinho e o espírito da Ordem e serve à Igreja em paróquias, missões, colégios e casas de formação.

Em que consiste a vocação?
Cada vocação é um chamado interno. A vocação à Ordem dos Agostinianos Recoletos é um chamado pessoal de Deus a fazer parte desta família para seguir a Jesus Cristo na vida religiosa comunitária. 

Vocaciones 1
Homens
Os homens podem fazê-lo como:
  • Sacerdotes. Os agostinianos recoletos sacerdotes são homens que, além da vocação à vida religiosa comunitária na Ordem, são chamados na Igreja a desempenhar as atividades próprias do sacerdócio ministerial.
  • Irmãos. Os agostinianos recoletos irmãos são homens que, tendo vocação à vida religiosa na Ordem, não se sentem chamados ao sacerdócio ministerial. São agostinianos recoletos que servem à Igreja de Deus e à humanidade através de profissões e tarefas bem variadas.


Mulheres
Monjas
Nossa família inclui também mulheres, as agostinianas recoletas, em duas formas possíveis:

  • Vida contemplativa. Dedicam-se à oração.

  • Vida ativa. Trabalham em diversos campos de missão.

Embora os ramos femininos e o masculino tenham total independência entre si, eles estão unidos pelos laços espirituais de Santo Agostinho.

Posso ser agostiniano recoleto?
Se você é do sexo masculino, maior de 18 anos, confia na ajuda de Deus e tem uma autêntica vocação à vida religiosa agostiniano-recoleta você poderá ser um de nós. Vai depender de você.

Como sei que tenho vocação?
Você mesmo tem a resposta. Nós podemos ajudar você. Oferecemos acompanhamento vocacional e a possibilidade de uma experiência de discernimento. Ajudamos você, por meio de instrumentos adequados, a ver os sinais de um possível chamado de Deus. Guiamos você na tomada de uma decisão bem fundamentada.

Quanto tempo dura a experiência?
Trata-se de um processo personalizado, de acordo com suas características pessoais e com o grau de sua maturidade vocacional. Você pode entrar no processo ou sair dele quando você ou o diretor da experiência o considerar oportuno.

Esta experiência consta das seguintes fases:

    • Acompanhamento vocacional ou aspirantado: dura o tempo que seja necessário até que haja um adequado discernimento e decisão em contato direto com os orientadores e promotores vocacionais. Nesta fase não se abandona a situação própria de estudo, trabalho e família.
  • Filosofado – postulantado: Dois a três anos em um de nossos seminários.·.
  • Noviciado: Um ano dedicado ao estudo e à experiência de vida religiosa.
  • Teologado: Quatro anos de estudo teológico.
  • Experiência pastoral e comunitária: Um ano na casa de uma das nossas comunidades para a qual você seja designado.

Joven trabajando
Que acontece com meus estudos, minha carreira, minha situação atual?

Você pode dar sequencia à sua vida até o momento de decidir, com a luz do Senhor, se continua como até agora ou se muda os rumos de sua existência. Seus estudos ou sua atual carreira acadêmica e profissional poderão ser concluídos ou dar sequência mais adiante com um acompanhamento personalizado no contexto da missão da Ordem.

Que acontece se decido não continuar no programa de discernimento vocacional?
Você terá tido uma experiência profunda de vida cristã, um maior conhecimento de si mesmo, da Ordem dos Agostinianos Recoletos e de suas obras. Além disto, terá decidido com maior clareza seu próprio caminho.

Onde e com quem posso falar?
O promotor vocacional mais próximo do lugar onde você mora entrará em contato com você e você, então, poderá iniciar seu discernimento vocacional com os agostinianos recoletos. 

ENIVIE-NOS UM EMAIL: 

ou mande um comentário pelo blog
No facebook, fale com o promotor vocacional: Frei André

6 de mar de 2012

POSSE CANÔNICA FR. EGISTO EM SÃO PAULO

Paróquia N. Sra. de Lourdes
São Paulo - SP




No último, domingo dia 04 de março, às 19h00 Fr. Egisto Cansian tomou posse da Paróquia N. Sra. de Lourdes como pároco. A celebração eucarística foi presidida por Dom Júlio Endi, Bispo de São Paulo e responsável pela região Lapa. A celebração contou com a participação do Prior Provincial Fr. Nicolás, Frei Ademildo (Formador/Conselheiro), Fr. Jacir (diácono), com os demais religiosos agostinianos recoletos de São Paulo. Além de contar da ajuda como cerimoniário de Eduardo, SDB; com algumas religiosas escolápias, visitantes de Ribeirão Preto e com um grande número de leigos. A primeira leitura foi proferida por Celestino, o Salmo cantado pelo Sr. Osmindo e a segunda leitura realizada pela Enriete. Após o evangelho Dom Júlio iniciou uma breve reflexão acerca do evangelho e em seguida salientou os deveres e as responsabilidade do novo pároco. Posteriormente, recebeu simbolicamente a chave da Igreja, do sacrário e de uma estola; representando a sua função de pastor da Igreja, de ministro que leva o Cristo ao próximo e a sua função do exercício do ministério da penitência. A celebração ocorreu de maneira tranquila e no final o provincial deixou uma singela mensagem de incentivo e agradecimento ao Fr. Egisto, além disso agradeceu a pessoa do Fr. Fábio pelos serviços realizados. Fr. Marcus Vinícius (secretário provincial) leu a ata de posse em seguida recebemos a bênção solene do Dom Júlio. Agradecemos a todos que estiveram presentes na missa de posse sobretudo os seus antigos paroquianos de Ribeirão Preto.

 














POSSE CANÔNICA DE FREI MÁRIO - CASTELO - ES

Paróquia N. Sra. da Penha
Castelo - ES




No dia 24 de fevereiro de 2012, Fr. Mário Aparecido, OAR tomou posse como
pároco da Paróquia Nossa Senhora da Penha, Castelo - ES.
A celebração eucarística foi presidida por Dom Dario Campos, OFM, bispo da Diocese
de Cachoeiro de Itapemirim, concelebrada por padres, diáconos e boa participação dos
paroquianos das diversas comunidades da Paróquia. Também participou um grupo de
paroquianos vindos de Igarapava - SP.
No rito de posse, Dom Dario deixou claro que não é simpatizante do termo posse,
pois na ordenação presbiteral, o sacerdote se compromete inteiramente ao serviço do
povo de Deus, ou seja, da Igreja, mas por se tratar de uma norma canônica é necessário
obedecer e cumprir.
Na homilia, ao refletir o Evangelho do dia, Dom Dario falou do sentido do jejum
dentro da proposta quaresmal. O verdadeiro jejum é abster-se, privar-se, abrir mão de
alguma coisa que gostamos para oferecer e partilhar com aquele irmão ou irmã que está
necessitado de nossa ajuda, que precisa de nós ou depende da nossa solidariedade.
A celebração terminou com as palavras do novo pároco, Fr. Mário Aparecido, OAR, as do
provincial, Fr. Nicolás Pérez-Aradros Rubio, OAR; uma homenagem de agradecimento
ao ex-pároco, Fr. Nicolás, pelo trabalho realizado na Paróquia durante os últimos quatro
anos; as leituras da provisão e da ata de posse.
Fr. Jonas Gusson