29 de ago de 2014

28/08/2014: NA SOLENIDADE DE NOSSO PAI SANTO AGOSTINHO OS FRADES DAS COMUNIDADES DE MUQUI, CACHOEIRO E CASTELO SE REUNIRAM PARA ALMOÇAREM JUNTOS.

Província Santa Rita de Cássia
Região do Espírito Santo


Ontem, dia 28 de agosto de 2014, os frades das comunidades de Muqui, Cachoeiro e Castelo se reuniram em Cachoeiro do Itapemirim para compartilharem um delicioso almoço em comemoração à SOLENIDADE DE NOSSO PAI SANTO AGOSTINHO. Segue as fotos:


 



 
Frei Ricardo, OAR


Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:  

28/08: CELEBRAÇÃO DA SOLENIDADE DE NOSSO PAI SANTO AGOSTINHO EM ALGUMAS COMUNIDADES DA PROVÍNCIA .

Província Santa Rita de Cássia
Brasil



ONTEM (28/08) CELEBRAMOS A SOLENIDADE DE NOSSO PAI SANTO AGOSTINHO. COMPARTILHAMOS AQUI UM RESUMO DOS PRINCIPAIS FATOS DE SUA VIDA E ALGUMAS FOTOS DA FESTIVIDADE PELA PROVÍNCIA.
 
Aurelius Augustinus, mais conhecido como SANTO AGOSTINHO nasce em TAGASTE DE NUMÍDIA, província romana ao norte da África em 13 de novembro de 354; primogênito do pagão Patrício e da fervorosa cristã Mônica. Criança alegre, buliçosa, entusiasta do jogo, travessa e amante da amizade, não gosta muito de estudar porque os mestres usam métodos agressivos e não são sinceros. Ante os adultos se revela como "um menino de grandes esperanças", com inteligência clara e coração inquieto.
 
Africano pela lei do solo, romano pela cultura e língua, e cristão por educação. AGOSTINHO, jovem, de temperamento impulsivo e veemente, se entrega com afinco ao estudo e aprende toda a ciência do seu tempo. Chega a ser brilhante professor de retórica em Cartago, Roma e Milão.


Sedento de Verdade e Felicidade

Em sua busca afanosa vive longos anos com ânimo disperso. Vazio de Deus e agarrado pelo pecado, a vontade "sequestrada", errante e peregrina, "enganado e enganador".

Mas, seu coração, sempre aberto à verdade, chega ao encontro da graça pelo caminho da interioridade, apoiado pelas orações de sua mãe, que na infância lhe havia marcado com o sinal da cruz.


Coração Sempre Jovem

Estando em Milão, no seu horto; uma voz infantil o anima - "TOMA E LÊ" - a ler as Escrituras, ficando de repente iluminada a sua inteligência com uma luz de segurança e satisfazendo o seu coração - CORAÇÃO HUMANO - coração grande de jovem; era o outono do ano 386.

Deixando a docência, retira-se a CASSICÍACO, recinto de paz e silêncio e põe em prática o Evangelho em profunda amizade compartilhada: vida de quietude, animada somente pela paixão à Verdade. Assim se prepara para ser batizado na Primavera de 387 por Santo Ambrósio.


Inspirador da Vida Religiosa

De novo em Tagaste - a mãe morre no porto de Roma - vende suas posses e projeta seu programa de vida comum: probreza, oração e trabalho. Por seus dotes naturais e títulos de graça, cresce em torno dele um grupo de amizade e funda para a história o Monacato Agostiniano.

No ano 391 é proclamado sacerdote pelo povo, e cinco anos mais tarde, os cristãos de Hipona o apresentam para o Episcopado. Consagrado BISPO DE HIPONA - título de serviço e não de honra - converte a sua residência em casa de oração e tribunal de causas. Inspirador da vida religiosa, pastor de almas, administrador de justiça, defensor da Fé e da Verdade. Prega e escreve de forma infatigável e condensa o pensamento do seu tempo.


O Primeiro Homem Moderno

Em 429 os vândalos, guiados por Genserico atravessam o Estreito de Gibraltar e atacam o norte africano. AGOSTINHO "cercado com o seu povo" sente amargura e luto, alenta o ânimo de seus fiéis e os convida à defesa. No terceiro mês do assédio, aos 76 anos de vida, em 28 de agosto de 430, começa a viver na Cidade de Deus uma vida mais nobre.


Herança

Agostinho vive hoje na família Agostiniana que lhe reconhece como Pai, no culto da Igreja que o venera como Santo, em todas as almas recuperadas que lhe devem o seu retorno a Deus e nas mentes privilegiadas que o admiram por seu gênio fecundo.


Pessoas influentes na sua vida

SUA FAMÍLIA

Patrício - Pai, oficial

Sta.Mônica - Mãe, fervorosa cristã.

Navigio - Irmão, morreu jovem.

Perpétua - Irmã, religiosa dos primeiros mosteiros.

Melânia (?) - Mãe de seu filho Adeodato.

Adeodato - Seu filho, morreu jovem.

 

SEUS COMPANHEIROS E AMIGOS

Alipio - Conterrâneo e discípulo.

Evódio - Membro do grupo em Milão.

Severo - Membro da 1ª comunidade.

Possídio - Autor da 1ª biografia e erudito cristão.

Nebrídio - Discípulo de Agostinho na Itália.

 

SUAS MOTIVAÇÕES E INSPIRAÇÕES

Romaniano - Rico, amigo da família.

Cícero - Poeta latino e autor de O Hortêncio.

Fausto - Chefe supremo dos Maniqueus.

Santo Ambrósio - Bispo de Milão.

S. Jerônimo - Grande estudioso e erudito cristão.

Ponticiano - Empregado da Corte Imperial.

Mario Victorino - Filósofo do século IV.

 

OBRAS MAIS IMPORTANTES

As Confissões - Autobiografia.

A Cidade de Deus

A Trindade

Ensaios Filosóficos

Tratados Educacionais e Tratados Bíblicos

Sobre a Vida Religiosa, Dogmáticos e Apologéticos.


Lugares mais importantes em sua vida

TAGASTE • cidade natal • início dos estudos • primeira experiência como professor de gramática • primeiro mosteiro agostiniano.

MADAURA • educação secundária.

CARTAGO • estudos superiores: artes liberais e retórica • primeira experiência como professor de retórica • sede de muitos concílios que participou como bispo • fundação de um mosteiro agostiniano.

ROMA • capital do Império Romano • cátedra de retórica • lugar de repouso depois da morte de sua mãe.

MILÃO • residência do Imperador • cátedra oficial de retórica no palácio imperial • lugar da sua conversão e batismo.

ÓSTIA TIBERINA • porto marítimo de Roma • êxtase • morte e sepultura de sua mãe.

CASSICÍACO • vila perto de Milão • lugar de retiro em companhia de seus amigos antes do batismo escreve vários tratados filosóficos em diálogo com seus amigos.

HIPONA • sede diocesana de Agostinho onde foi ordenado Sacerdote e depois Bispo. Fundou três mosteiros; onde morreu e foi sepultado.

Edição para o Blog da Província: Frei Ricardo, OAR

 
Algumas fotos das comemorações pela província:
 
Ribeirão Preto-SP
 
Rio de Janeiro-RJ
 
Vitória-ES
 
Castelo-ES
 
Franca-SP
 
São Paulo-SP
 
Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:  

27 de ago de 2014

27 DE AGOSTO: SANTA MÔNICA, MODELO DE MÃES CRISTÃS.

Província Santa Rita de Cássia
Brasil



        Santa Mônica, mãe de Santo Agostinho, modelo de mães cristãs.


Infância

Mônica nasceu no ano de 332, na cidade de Tagaste, na Argélia, que fica no norte da África.

Filha de família abastada foi criada por uma escrava que criava os filhos dos senhores. Os manuscritos que recolheram a tradição oral sobre Santa Mônica dizem que desde criança ela era muito religiosa e disciplinada. Sempre que podia, Mônica ajudava os mais pobres e demonstrava muita paciência e mansidão.


Esposa

Mônica casou-se com um nobre chamado Patrício. Ele era um decurião, (membro do conselho de Tagaste). Possuía terras, escravos e uma boa posição social. Patrício, porém, era homem rude e violento. Por isso, foi motivo de muito sofrimento e orações de Santa Mônica.


Mãe

Mônica teve 3 filhos: Agostinho, Navígio e Perpétua, que se tornou religiosa. Agostinho era o mais velho e lhe causou muitas tristezas. A dificuldade com Agostinho chegou a tal ponto que, para ensiná-lo que nossas ações neste mundo têm consequências, Mônica o proibiu de entrar em casa. Mas ela nunca deixou de rezar pela conversão do filho. Rezava também pela conversão do marido e de Navígio, sempre com muita perseverança e paciência, nunca desistiu de sua fé cristã.


Perseverança

Santa Mônica rezou anos a fio pela conversão de seu marido e seus 2 filhos. Sua perseverança foi compensada com a felicidade de ver todos convertidos para Deus. Sua perseverança foi tão marcante que ela rezou durante trinta anos pela conversão de Agostinho sem desanimar. E suas orações foram ouvidas: seu filho mais velho tornou-se o famoso "Santo Agostinho", o santo que influenciou todo o Ocidente cristão e influencia até hoje. Quando escreveu sobre sua mãe, entre outras coisas, ele disse: "ela foi o meu alicerce espiritual, que me conduziu em direção da fé verdadeira. Minha mãe foi a intermediária entre mim e Deus."


Sabedoria e mensagem

Santa Mônica deixou para todas as mães o ensinamento de que além de educar os filhos para viverem em sociedade, é preciso também educa-los para Deus, desenvolvendo neles a vida espiritual. Santa Mônica ensina que mães e pais devem se preocupar com a salvação e santificação de seus filhos.


Falecimento

Santa Mônica faleceu no ano 387, aos 56 anos. Santo Agostinho no seu famoso livro autobiográfico intitulado "Confissões" fez um monumento indelével à memória de Santa Mônica. O corpo de Santa Mônica foi descoberto em 1430. O Papa Martinho V transportou-o para Roma e depositou-o na igreja de Santo Agostinho.


Canonização

Santa Mônica foi canonizada pelo Papa Alexandre lll, por ter sido uma das responsáveis pela conversão de Santo Agostinho, ensinado a fé cristã, a moral e a mansidão.

Foi declarada Padroeira das Associações das Mães Cristãs.

Sua festa é comemorada no dia 27 de agosto, um dia antes da de seu filho.


Oração

Nobilíssima Santa Mônica, rogai por todas as mães, principalmente por aquelas mães que se esquecem de que ser mãe é sacrificar-se.

Rogai, virtuosa Santa Mônica, para que abram-se as almas de todas as mães, para que elas enxerguem a beleza da vocação materna, a beleza do sacrifício materno.

Rogai, Santa Mônica, para que todas as mães saibam abraçar com Fé o sofrimento e a dor, assumam seus filhos com coragem, como instrumento de santificação para as famílias, e para sua própria santificação. Amém.  

Edição para o Blog da Província: Frei Ricardo, OAR


Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL: 
 

26 de ago de 2014

25 de ago de 2014

24/08/2014: ACONTECEU MAIS UMA ETAPA DAS MISSÕES POPULARES AGOSTINIANA RECOLETA EM CASTELO-ES.

Paróquia Nossa Senhora da Penha
Castelo-ES



        Ontem, dia 24 de agosto de 2014, a COMUNIDADE PAROQUIAL DA PARÓQUIA AGOSTINIANA RECOLETA NOSSA SENHORA DA PENHA (Castelo-ES) dando continuidade ao processo missional da paróquia, fizeram as visitas missionárias nas seguintes comunidades: São José (Volta Redonda), São Francisco de Assis (Garage), Santa Isabel da Hungria (Vila Isabel) e São Pedro e São Paulo (Vila Barbosa).

        A missão conta com um longo processo de preparação, ontem foi apenas a coroação do belíssimo trabalho nestas comunidades eclesiais.

        O dia de missão deu-se início com a celebração eucarística com o envio dos missionários nas quatro comunidades, presididas pelos frades: Frei Mário, Frei Ademildo, Frei Jonas e Frei Nicolás.

        “Que lindo foi ver e presenciar os agentes de pastorais e a grande parcela do povo de Deus de Castelo saindo pelas ruas, batendo nas portas e anunciando o Cristo Ressuscitado”.

        Por volta das 13hs, os missionários regressaram as comunidades onde foi compartilhado um delicioso almoço.

 Frei Ricardo, OAR

 
Missão: compromisso de todo batizado (a).
 

Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:  

 

SEGUE ALGUMAS FOTOS DO DIA DE MISSÃO:











































TRADICIONAL SARAU AGOSTINIANO PROMOVIDO PELA COMUNIDADE RELIGIOSA DE SÃO PAULO-SP.

Seminário Teológico Santa Mônica
São Paulo-SP


Coral da FRASAR


O TRADICIONAL SARAU AGOSTINIANO RECOLETO da comunidade religiosa do Seminário Teológico Santa Mônica (São Paulo-SP) aconteceu na noite do dia 23/08/2014 no salão paroquial Santa Mônica da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, localizada em frente o seminário.

Vários frades e amigos fizeram apresentações culturais e religiosas. Destacamos a participação dos professos: Frei Laércio, Frei Magno, Frei Rhuan e Frei Fernando que estiveram à frente de toda organização e execução do evento.

Foi uma noite maravilhosa. Parabéns a todos organizadores, participantes e colaboradores que proporcionaram esta noite de unidade e fraternidade entre todos.

Frei Ricardo, OAR
Fotos: Frei Rhuan, OAR


Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:  

 

SEGUE ALGUMAS FOTOS DO EVENTO: