12 de dez de 2014

POR QUE O NOME DE “GUADALUPE”?

Província Santa Rita de Cássia
Brasil
      

       
        No dia doze de dezembro todo povo latino-americano celebra a grande solenidade de nossa querida padroeira, a “Mãezinha do Céu” com o título de Nossa Senhora de Guadalupe. Mas, alguma vez você já se perguntou de onde provém esse nome: Guadalupe? E ainda mais: “Por que haveria a Virgem Maria, de aparecer a um índio no recém conquistado México e falando-lhe em seu idioma nativo, o “Azteca Nahuatl”, querer chamar-se "de Guadalupe", um nome tipicamente espanhol”?
        Em todas as suas aparições, a Santa Mãe de Deus identificou-se sempre como a Virgem Maria, recebendo posteriormente, o nome dos lugares ou regiões onde ela havia aparecido: Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora de Fátima, etc.
        Então, por que a Virgem Maria, aparecendo a um índio, “San Juan Diego”, falando-lhe em seu idioma nativo, em um México recém-invadido pelos conquistadores espanhóis, quis ser chamada com esse nome tipicamente espanhol de Guadalupe?
        Será que ela estava querendo referir-se à milagrosa imagem de “Nossa Senhora de Guadalupe”, que ficou perdida por 600 anos e foi encontrada por Gil Cordero em 1326, guiado por uma aparição da própria Virgem e, que atualmente encontra-se em Sevilla na Espanha? A imagem de Guadalupe de lá da Espanha foi chamada assim porque este era o nome do povoado situado ao redor do lugar onde ela foi encontrada.
        Uma coisa é certa, a origem do nome Guadalupe sempre foi motivo de muitas controvérsias e estórias miraculosas. Entretanto, acredita-se que a explicação mais provável, seja que Guadalupe é a tradução para o espanhol do termo “coatlaxopeuh” da língua nativa de San Juan Diego, chamada “Azteca Nahuatl”. E tal termo teria sido pronunciado pela Virgem Maria durante sua aparição a Juan Bernardino, o tio enfermo de San Juan Diego.
        Na língua nativa Azteca Nahuatl, o termo: “coatlaxopeuh” o qual é pronunciado “quatlasupe”, quando traduzido para o espanhol fica como: Guadalupe. No entanto, tem o seguinte significado: “Coa” significando serpente; “tla” o artigo "a"; enquanto “xopeuh” significa esmagar. Assim sendo, Nossa Senhora de Guadalupe é “AQUELA QUE ESMAGA A SERPENTE”[1].
        Que a Virgem Maria, “Aquela que esmagou a cabeça da serpente”, possa interceder ao seu Filho por todos nós, latino-americanos, para que vencendo todos os males, posamos um dia contemplá-lo face a face no céu. Assim seja. Amém.

Por Frei Ricardo A. Dias, OAR


Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:






[1] Cf. www.sancta.org. Acessado em 09/11/2012.

PRELAZIA DE LÁBREA-AM: MISSÃO EM PAUINI.

Prelazia de Lábrea
Pauini-AM



Ontem, dia 11 de dezembro de 2014, o Missionário Orly, atual coordenador de pastorais da Prelazia Agostiniana Recoleta de Lábrea-AM partiu para a cidade de Pauini-AM onde passará um tempo trabalhando com o povo de Deus que ali reside. Organizando as pastorais e os seguimentos missionários, entre estes a IAM (Infância e Adolescência Missionária).

Vejamos abaixo algumas fotos que nos foi enviada pelo Missionário Orly diretamente de Pauini-AM:
Frei Ricardo, OAR












 Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:



10 CURIOSIDADES SOBRE O ADVENTO QUE MELHORARÃO O SEU NATAL.

Província Santa Rita de Cássia
Brasil


CLIQUE NO LINK ABAIXO E SAIBA 10 CURIOSIDADES SOBRE O ADVENTO QUE MELHORARÃO O SEU NATAL:
Frei Ricardo, OAR




10 de dez de 2014

FORMATURA DOS ALUNOS DO TERCEIRO ANO DE FILOSOFIA “2014” DO INSTITUTO AGOSTINIANO DE FILOSOFIA EM FRANCA-SP (05-12-2014).

Seminário Nossa Senhora Aparecida
Franca-SP



No último dia 05 de dezembro de 2014, DIA DA RECOLEÇÃO AGOSTINIANA, os alunos concluintes 2014 do INSTITUTO AGOSTINIANO DE FILOSOFIA (FRANCA-SP) tiveram sua formatura.
A celebração eucarística foi presidida pelo bispo emérito de Franca, Dom Diógenes e concelebradas pelos demais frades e padres formadores e membros da comunidade local.
Logo após a santa missa houve a o momento de entrega dos certificados no salão anexo. Dentre os formandos, destacamos os dois seminaristas agostinianos recoletos, Felipe e Daniel.

“O corpo não é mero ornamento exterior do homem, mas parte de sua natureza humana”.
(SANTO AGOSTINHO, De Cura pro Mortuis Gerenda, cap. 3)

Por Frei Ricardo, OAR
Fotos: Vambléia Sarroche 

Veja algumas fotos dos eventos:















Saiba mais acessando a nossa WEB OFICIAL:



TEOLOGADO SANTA MÔNICA – SÃO PAULO-SP (05-12-2014): RENOVAÇÃO DOS VOTOS, ACOLITATO E LEITORADO.

Teologado Santa Mônica
São Paulo-SP



CLIQUE NO LINK ABAIXO E VEJA EM NOSSA WEB OFICIAL COMO FOI A RENOVAÇÃO DOS VOTOS (05-12) E RECEBIMENTO DO ACOLITATO E LEITORADO PELOS FRADES DO TEOLOGADO SANTA MÔNICA: